Macau: Aeroporto Internacional de Macau pretende investir 625 milhões de dólares na sua expansão

12 September 2008

Macau, China, 12 Set – O Aeroporto Internacional de Macau (AIM) pretende expandir, a médio prazo, as suas instalações num investimento estimado em cerca de cinco mil milhões de patacas (625 milhões de dólares), disse quarta-feira, em Macau, António Rato, director de Marketing do AIM.

António Rato, em declarações à imprensa, recordou que nos últimos dois anos o sector da aviação cresceu 300 por cento em consequência do desenvolvimento turístico e imobiliário de Macau.

O director de Marketing do AIM revelou ainda que os planos de expansão do aeroporto de Macau já foram apresentados superiormente “há varios meses”.

“Vai ser um processo que poderá prolongar-se por um período entre 3 e 8 anos tendo em conta parte da expansão do aeroporto terá de ser feita sobre a água com aterros” disse.

Durante os primeiros oito meses do ano utilizaram o aeroporto de Macau 3,58 milhões de passageiros, uma queda de dois por cento em relação ao período homólogo de 2007.

O aeroporto foi utilizado em 2007 por 5,5 milhões de passageiros, registou um movimento de 53.386 aviões e operou 180.000 toneladas de carga.

O aeroporto internacional de Macau, que tem capacidade para seis milhões de passageiros, recebe voos regulares de cerca de duas dezenas de companhias regionais.

Em Agosto de 2007, o governo de Macau anunciou que estava a estudar a possibilidade de adquirir todo o capital privado da Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau (CAM) e efectuar um investimento de 10 mil milhões de patacas (1,25 mil milhões de dólares) em melhorias de estrutura e operacionais.

A CAM, que tem a concessão para gerir o AIM, foi constituída em 1989 com um capital inicial de 1,5 mil milhões de patacas (cerca de 200 milhões de dólares) com o governo de Macau a deter 55,4 por cento do capital e a Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (STDM) do magnata do jogo Stanley Ho, 33,03 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH