Angola: Angola assume presidência rotativa da OPEP em Janeiro de 2009

16 September 2008

Viena, Áustria, 16 Set – Angola vai assumir a presidência rotativa da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) a partir de Janeiro de 2009, na sequência da nomeação, quinta-feira em Viena, do seu ministro dos Petróleos, Desidério Costa.

Angola foi admitida em Dezembro de 2006 como membro de pleno direito da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), durante a 43ª Conferência extraordinária da instituição, que decorreu em Abuja, na Nigéria.

É, actualmente, a origem de cinco por cento das importações petrolíferas norte-americanas (496 mil barris diários) e, no primeiro trimestre deste ano, foi o principal fornecedor de petróleo à China, ultrapassando a Arábia Saudita, graças a um aumento de 55 por cento nas suas exportações para o país asiático.

Angola é o maior produtor de petróleo em África, depois de ter ultrapassado a Nigéria. De acordo com dados da Agência Internacional de Energia, a produção angolana aumentou no ano passado em 18 por cento, para uma média diária de 1,61 milhões de barris por dia.

Esta é a primeira vez que Angola assume a presidência da organização.

Integram a OPEP, além de Angola, Argélia, Arábia Saudita, Emiratos Árabes Unidos, Iraque, Irão, Líbia, Indonésia, Nigéria, Venezuela, Koweit e Qatar.

A OPEP volta a reunir-se em Assembleia extraordinária, em Dezembro, na Argélia, já sem a presença da Idonésia, que anunciou a sua saída da organização, por se ter tornado importador de petróleo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH