Moçambique: Administração pesqueira proibe pesca de camarão e crustáceos

17 September 2008

Maputo, Moçambique, 17 Set – A Direcção Nacional de Administração Pesqueira de Moçambique anunciou terça-feira em Maputo que a pesca do camarão e outros crustáceos de profundidade no banco de Sofala e na baía de Maputo fica interdita.

Aquele departamento do Ministério das Pescas informou ainda que a interdição aplica-se às embarcações de pesca industrial e semi-industrial de arrasto a motor bem como às embarcações de pesca artesanal de arrasto a motor e arrasto para bordo.

No banco de Sofala a proibição vigora entre 7 de Setembro de 2008 e 19 de Fevereiro de 2009 e na zona sul da baía de Maputo o período vai de 1 de Janeiro a 28 de Fevereiro de 2009.

A medida surge numa altura em que a exportação de camarão ter-se-á reduzido no primeiro semestre de 2008 em 40 por cento, quando comparado com o período homólogo de 2007.

Mais de 20 embarcações abandonaram a produção no banco de Sofala devido, entre outras razões, aos altos preços do combustível.

No primeiro semestre de 2008, Moçambique exportou camarão para a União Europeia, Estados Unidos e alguns países da África Austral no valor de 20 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH