São Tomé: Encaixe de 32 milhões de dólares com venda de acções do Estado na ENCO

25 September 2008

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 25 Set – O governo encaixou 32 milhões de dólares com a venda da participação de 35 por cento na Empresa Nacional de Combustíveis e Óleo (ENCO), anunciou quarta-feira em São Tomé a ministra do Plano e Finanças, Ângela Viegas.

A ministra adiantou que dos 32 milhões de dólares, 22 milhões serão depositados no Banco Central de São Tomé e Príncipe, destinando-se os restantes 10 milhões ao pagamento de parte da dívida da ENCO para com a Sonangol.

Ângela Viegas revelou o valor do negócio à imprensa, no meio de críticas de alguns sectores económicos e da própria empresa que acusam o governo de “ter feito mau negócio”, pelo facto do Estado ter “abdicado de uma importante fonte de renda, numa empresa próspera e estratégica para o país”.

A titular das Finanças salientou que, apesar de ter vendido 35 por cento da anterior participação de 51 por cento, “o Estado são-tomense continua a ser um accionista na ENCO”.

Entretanto, a Sonangol aumentou para 78 por cento a sua participaçao na ENCO depois de pequenos accionistas que, em conjunto, detinham 9 por cento das acções da empresa terem vendido à empresa angolana 3 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH