Moçambique: Governo mantém preço dos combustíveis

29 September 2008

Maputo, Moçambique, 29 Set – O governo moçambicano vai manter inalterados os preços de venda de combustíveis no país, justificando a opção com a ausência de uma indicação clara sobre a tendência do valor do petróleo no mercado internacional.

“Continua a não haver nenhuma indicação clara no mercado internacional, daí que não posso, agora, dizer se vamos reduzir os preços”, disse o ministro da Energia de Moçambique, Salvador Namburete.

Em Moçambique, os preços dos combustíveis vigoram desde o reajustamento efectuado em Junho deste ano, altura em que a gasolina se fixou em 41,62 meticais o litro, enquanto o gasóleo se situou nos 35,14 meticais o litro.

Os actuais preços resultaram de uma série de medidas adoptadas pelo governo, nomeadamente, a suspensão do Imposto sobre a Valor Acrescentado (IVA) no gasóleo.

Salvador Namburete disse que, mesmo perante uma diminuição do preço no mercado internacional, qualquer avaliação para o mercado interno tem que ter em conta o esforço que foi suportado pelo Estado ao retirar, em Junho, o imposto sobre o gasóleo.

O governante afirmou que mesmo perante uma redução dos preços no mercado internacional, o que tem que ficar claro é que, a nível interno, primeiro terá que se dar tempo às partes, nomeadamente o Estado, Caminhos de Ferro de Moçambique e gasolineiras para recuperarem os níveis de receitas que deixaram de receber com a falta de aumentos por longos períodos e a retirada de alguns impostos.

Há alguns anos, Moçambique importava combustíveis no valor de 350 milhões de dólares, contudo, após a galopante subida dos preços no mercado internacional, o valor quase que duplicou, prevendo-se que este ano a factura venha a superar 700 milhões de dólares para a mesma quantidade. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH