Angola: Novas embarcações em Cabinda contribuem para melhor oferta de pescado

30 September 2008

Cabinda, Angola, 30 Set – As 20 embarcações de médio porte entregues pelo governo central às cooperativas de pesca artesanal estão a contribuir para o aumento da oferta do pescado na província de Cabinda, afirmou segunda-feira o responsável provincial.

Aléctor Araújo, director provincial da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Pesca e Ambiente de Cabinda, disse à agência noticiosa angolana Angop que em 2007 a captura de pescado pescado era insignificante porque os pescadores tinham um raio de acção muito limitado por incapacidade dos meios então disponíveis.

Devido à exploração petrolífera junto à costa de Cabinda, os pescadores locais são obrigados a desenvolver a sua actividade longe da margem, o que faziam com muita dificuldade devido à limitada capacidade das embarcações de que dispunham.

Para ultrapassar essa situação, o governo adquiriu e distribuiu as novas embarcações de médio porte que já permitem aos pescadores artesanais ir para além da zona de exploração petrolífera, contribuindo desta forma no aumento significativo dos índices de captura, disse Aléctor Araújo.

Os pescadores artesanais receberam igualmente do governo 17 canoas sem motor, 25 motores de poupa e 12 motores de centro, além de um número considerável de redes.

O programa do governo abrangeu igualmente a pesca continental, com a entrega de canoas e redes para pescadores artesanais que exercem a actividade nos rios e lagoas do interior de Cabinda.

Com o aumento da captura cresceu a procura de gelo para a congelação do pescado, o que levou o governo provincial a apostar na edificação de uma fábrica de gelo na cidade de Cabinda e outra na vila de Lândana, sede municipal de Cacongo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH