Angola: Brasileira Odebrecht constrói infra-estruturas em cidades do Quanza Sul

6 October 2008

Sumbe, Angola, 6 Out – A empresa brasileira de construção civil Odebrecht obteve a adjudicação das obras de requalificaçao urbana das cidades de Sumbe, Porto Amboim e Gabela, no Quanza Sul, afirmou o responsável da empresa naquela província angolana.

Marcelo Barreto de Morais, gerente de produção da Odebrecht – Engenharia e Construções no Quanza Sul, disse à agência noticiosa angolana Angop que o projecto, que dispõe de um orçamento de 299,6 milhões de dólares, visa, fundamentalmente, “melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes”.

Actualmente, a construtora está a construir valas de drenagem de águas pluviais, a recuperar estações de tratamento de água e a realizar trabalhos de terraplenagens na zona da Pomba Nova, no Sumbe.

Apontou como benefício da requalificação das referidas cidades a captação de investimentos e consequente aumento da qualidade de vida dos seus habitantes, tendo em conta a melhoria do saneamento e o aumento da rede de energia e água.

O projecto contempla a reconstrução dos sistemas de drenagem de águas pluviais, rede de esgoto, iluminação pública, estação de captação de água, pavimentação das vias e reparação de passeios nas três cidades.

O protocolo de consignação das obras foi assinado em Julho do ano transacto e os trabalhos serão executados em quatro anos para as cidades da Gabela e Porto Amboim e sete para o Sumbe. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH