Portugal: Consórcio luso-brasileiro vai começar a explorar petróleo em Portugal em 2010

15 October 2008

Coimbra, Portugal, 15 Out – Um consórcio luso-brasileiro vai iniciar em 2010 as perfurações para a exploração de petróleo em Portugal, na Bacia Lusitânica, que apresenta perspectivas de ser uma boa reserva, revelou uma fonte da Petrobras.

“As condições geológicas são muito interessantes e há boas perspectivas de descobertas significativas”, disse segunda-feira à agência Lusa, em Coimbra, Guilherme Estrella, gerente da empresa petrolífera brasileira Petrobras.

A petrolífera brasileira (50%) e as portuguesas Galp Energia (30%) e a Partex (20%), empresa da Fundação Calouste Gulbenkian, formam um consórcio para a exploração da extensão marítima da Bacia Lusitânica, que se estende do Cabo Mondego até à zona de Peniche.

A Petrobras, a Galp Energia e a Partex estão também associadas na exploração de blocos petrolíferos no Brasil.

Guilherme Estrella disse ainda à Lusa que no âmbito da parceria com a Galp, que detêm participações entre 10% e 14% irão iniciar a exploração em Março de 2009 na Baía de Santos com 30 mil barris por dia, e que em Dezembro do mesmo ano passará para 100 mil barris/dia e 4.000 metros cúbicos de gás.

A Galp Energia tem uma parceria com a PETROBRAS na Baía de Santos, que é considerada das mais promissoras, no “Pré-Sal” e acumulação de Tupi, e cuja exploração se inicia já no próximo ano.

Em Novembro de 2007 a Petrobras anunciou a descoberta daquela que deve ser a maior província petrolífera brasileira, quiça uma das maiores do mundo – o Pré-Sal.

O termo Pré-Sal refere-se a rochas reservatório situadas sob uma espessa camada de sal, que se estende desde o Estado de Espírito Santo até ao Estado de Santa Catarina.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH