Angola: Produção petrolífera angolana cai devido a acidente em Cabinda

16 October 2008

Luanda, Angola, 16 Out – A produção angolana de petróleo caiu para cerca de 1,6 a 1,7 milhões de barris por dia, valor que fica abaixo do máximo de 2 milhões registado no ínicio do ano, anunciou o ministro do Petróleo de Angola, José Vasconcelos.

A quebra na produção resulta de um acidente nas águas profundas do Bloco 18, ao longo da costa de Cabinda.

“Houve um problema em Agosto num dos campos petrolíferos no Bloco 18. Deu-se um acidente nessa plataforma, mas a produção já recomeçou há cerca de dois dias”, afirmou o ministro angolano, citado pela Exame.

José Vasconcelos referiu que o governo terá como prioridade desenvolver o sector do gás natural no sudoeste de Angola.

“O ministério do Petróleo tem vários dossiers nesta área, e aprovará leis e regulações sobre o gás, de forma a que Angola se possa transformar num operador do sector”, declarou.

O governo promoverá a construção de uma refinaria de petróleo na região de Lobito, a sul de Luanda, e deverá produzir 200 mil barris por dia.

Angola já tem uma refinaria que produz 39 mil barris diários, insuficiente para responder à procura interna.

A Chevron, responsável pela produção de mais de um quarto do volume total de petróleo de Angola, está a construir uma plataforma offshore de produção de gás em Luanda.

No entanto, José Vasconcelos recusa-se a adiantar mais informações sobre as reservas de gás.

O petróleo tem sido a alavanca do crescimento económico de Angola desde o fim da guerra civil, em 2002.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH