Macau: Menos turistas de Taiwan vão visitar Macau em 2009 mas permanecerão mais tempo

17 October 2008

Macau, China, 17- O número de turistas de Taiwan que visitarão Macau em 2009 irá reduzir mas aumentará o período de dias em que ficarão no território, disse ao MacauNews o director-geral do Centro Cultural e Economico de Taipé.

Chen Chung-hong disse que a redução do número de turistas que se deslocam a Macau está ligado ao facto de terem começado em Julho ligações aéreas directas entre o continente chinês e a ilha nacionalista.

As previsões apontam para que as quatro ligações directas semanais venham a aumentar nos próximos meses.

Em 2007 visitaram Macau 1,43 milhões de turistas de Taiwan muitos deles de passagem para a Republica Popular da China. Durante os primeiros oito meses do corrente ano visitaram Macau 900 mil turistas de Taiwan.

Chen Chung-hong admitiu que em 2009 Macau possa receber menos 300 mil turistas de Taiwan.

“Anteriormente os residentes de Taiwan usavam Macau para entrar no continente chinês. Hoje já não precisam de o fazer”, disse.

O director-geral do Centro Cultural e Economico de Taipé, que representa oficiosamente os interesses da ilha nacionalista em Macau, considerou que o aumento do custo de vida tem inviabilizado a fixação de mais empresas em Macau.

“Actualmente os empresários preferem estabelecer-se em Zhuhai, município chinês fronteiro a Macau, onde o custo de vida é pelo menos metade do que o de Macau” disse ao MacauNews.

O director-geral do Centro Cultural e Economico de Taipé disse, no entanto, que a área da banca interessa a Taiwan e que para além do banco Sinopec, que opera no território há vários anos, deverá iniciar operações até final do corrente ano o Hua Nan Bank.

“Poderá haver outros bancos interessados porque com tantos casinos existe muito dinheiro no mercado financeiro de Macau”, acrescentou.

Chen Chung-hong revelou ainda que cerca de 100 mil residentes de Macau visitam Taiwan todos os anos e referiu que grande parte deles são estudantes uma vez que o sistema universitário da ilha, com 150 estabelecimentos de ensino superior, oferece uma maior gama de cursos do que a universidade de Macau

Chen Chung-hong regressa a Taipé dentro dos próximos meses depois de quatro anos em Macau, sendo substituido por Chyan Chuann-deng anteriormente colocado em Hong Kong.

O Centro Cultural e Economico de Taipé em Macau, com 15 funcionários, emite anualmente cerca de 20 mil vistos para entrada em Taiwan. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH