Angola: Portuguesa OPCA quer facturar em Angola 600 milhões de euros em 2009

20 October 2008

Luanda, Angola, 20 Out – A portuguesa Obras Públicas e Cimento Armado (OPCA) pretende alcançar um volume de negócios em 2009 estimado em 600 milhões de euros, disse domingo, em Luanda, o seu director comercial para a área de imobiliário e avaliação de negócio, José Cruz.

Em declarações à agência noticiosa angolana Angop, a propósito da sua participação na VI Edição da Feira Internacional de Construção Civil e Segurança, Cruz disse ser interesse da empresa o crescimento do volume de investimentos e rendimentos, daí apostas no certame com o objectivo de tornar mais conhecida a existência da OPCA no mercado angolano.

A operar em Portugal há pelo menos 75 anos e no mercado angolano desde 1992, a OPCA possui vários projectos em curso em Angola, como a edificação de infra-estruturas na zona baixa de Luanda, entre outros projectos imobiliários.

Ainda neste domínio, possui outros projectos em andamento nas províncias de Luanda, Benguela, Namibe, Huíla, Cabinda, onde já existem recursos humanos e equipamentos necessários para a sua realização.

“A empresa fez também intervenções nos caminhos-de-ferro de Moçâmedes, no rio Okoporolo, para contenção do leito durante a época chuvosa, uma obra de grande dimensão iniciada há quatro anos”, salientou José Cruz.

Sobre a feira, uma realização anual desde 2003, o expositor considerou haver maior organização, melhor qualidade nos produtos expostos, assim como um número considerável de empresas participantes. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH