Angola: Parceria Geocapital-Sonangol vai do sector financeiro a todo o espaço de negócios de língua portuguesa

3 November 2008

Macau, China, 3 Nov – A parceria entre a Geocapital e a Sonangol iniciou-se no sector financeiro angolano mas poderá abrir-se em breve a todo o espaço de negócios de língua portuguesa, em particular aos projectos energéticos.

Uma primeira implicação da concertação entre Sonangol e Geocapital é no mercado bancário português: uma vez que os angolanos detêm 10 por cento do Millennium Bcp e Stanley Ho cerca de 3 por cento, tornam-se uma “força” considerável dentro do maior banco privado português.

Com o negócio Geopactum (a sociedade conjunta)/Banco Privado Atlântico, a Geocapital estende a sua actividade no sector financeiro a Angola, depois de Moçambique (49 por cento do Moza Banco) e Guiné-Bissau (60 por cento do Banco da África Ocidental, onde tem como parceiro o conhecido empresário guineense Carlos Domingues Gomes).

No Brasil, reparte com a transportadora aérea portuguesa (TAP Portugal) o controlo da VEM, líder de mercado de manutenção de aeronaves na América Latina.

É também promotor do maior projecto imobiliário a decorrer em Portugal, o Plano de Urbanização do Alto do Lumiar, em Lisboa, e detém participações importantes em empresas portuguesas como a eléctrica EDP, presente na produção e comercialização no Brasil (Bandeirante Energia) e em Espanha (Hidrocantabrico).

Também aqui existe importante potencial de cooperação entre a Sonangol e a Geocapital, uma vez que esta anunciou recentemente a intenção de investir perto de 40 mil milhões de dólares, até 2018, na produção de biocombustíveis na África lusófona.

Antes da parceria com a petrolífera estatal e agora preponderante actor do sector financeiro, a Geocapital surgiu em Angola ligada ao Banco Angolano de Negócios e Comércio (BANC), de Kundi Paihama, onde deveria assumir uma participação de relevo, segundo a “newsletter” Africa Monitor.

Esta instituição financeira estava vocacionada para a comunidade chinesa, prevendo a intervenção em investimentos no sector privado, através de concessão de crédito ou tomada de participações. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH