Brasil: Lucro da Energias do Brasil diminuiu 27 por cento até Setembro

5 November 2008

São Paulo, Brasil, 5 Nov – O lucro da Energias do Brasil diminuiu 27,4 por cento para 269,8 milhões de reais nos nove primeiros meses deste ano, em relação ao período homólogo de 2007, informou terça-feira em São Paulo a subsidiária da EDP – Energias de Portugal.

Contribuiu para o resultado o impacto negativo de 129,6 milhões de reais da amortização do ágio da Enersul, um das distribuidoras então controladas pelo grupo, salientou a empresa em comunicado.

Sem essa entrada, o lucro acumulado teria sido de 413,8 milhões de reais, um aumento de 11,4 por cento em relação aos nove meses de 2007.

A receita líquida aumentou 5,2 por cento para 1,22 mil milhões de reais, entre Julho a Setembro deste ano, em relação ao período homólogo de 2007.

O lucro do terceiro trimestre foi de 117,6 milhões de reais, uma diminuição de 9 por cento, no período em análise, “devido ao efeito negativo do resultado financeiro da empresa”.

O investimento do grupo foi de 146,3 milhões de reais, distribuídos entre produção (16,3 por cento) e distribuição (84,3 por cento).

Entre os destaques do terceiro trimestre, está a operação de troca de activos com o grupo Rede que permitiu à empresa assumir o controlo da barragem de Lajeado, na região Norte do Brasil.

A Energias do Brasil controla actualmente empresas de distribuição (Bandeirante e Escelsa), de comercialização (Enertrade) e de produção de energia (Energest, Enerpeixe e EDP Lajeado). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH