Portugal: Crescimento das importações agrava défice da balança comercial

11 November 2008

Lisboa, Portugal, 11 Nov – As importações de Portugal dos países fora da União Europeia aumentaram 23,1 por cento e as exportações cresceram 21,3 por cento no terceiro trimestre, aumentando o défice da balança comercial, revelou segunda-feira em Lisboa o Instituto Nacional de Estatística (INE).

A importação de combustíveis é o principal factor de aumento do défice da balança comercial com países terceiros, refere o INE nas Estatísticas do Comércio Extracomunitário segunda-feira divulgadas.

As exportações cresceram 21,3 por cento para 2.683 milhões de euros face aos 2.213 milhões de euros registados no terceiro trimestre de 2007.

As importações cresceram 23,1 por cento, de 3.563 milhões de euros no terceiro trimestre de 2007 para 4.387 milhões de euros em igual período deste ano.

Sem contar com os combustíveis e lubrificantes, as exportações cresceram 24,5 por cento para 2.350 milhões de euros e as importações subiram 6,0 por cento para 2.154 milhões de euros.

O INE refere que o saldo da balança comercial, excluindo os combustíveis e lubrificante, regista um excedente de 196 milhões de euros, mas com os combustíveis regista um défice de 1.703 milhões de euros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH