Macau: Orçamento de Macau para 2009 atinge 5,58 mil milhões de dólares e dá prioridade a investimentos estruturais no território

13 November 2008

Macau, China, 13 Nov – Cerca de um quarto do orçamento de Macau para 2009, estimado em 44,7 mil milhões de patacas (5,58 mil milhões de dólares), destina-se investimentos e despesas de desenvolvimento do território, segundo dados divulgados terça-feira numa nota oficial citada pelo MacauNews.

A verba de 10,5 mil milhões de patacas (1,3 mil milhões de dólares) destinada ao investimento representa mais 2,12 mil milhões de patacas (265 milhões de dólares) do que o montante orçamentado para o corrente ano.

A maioria das receitas do governo, estimadas em 41 mil milhões de patacas (5,1 mil milhões de dólares), é proveniente do jogo nos 31 casinos de Macau.

O Chefe do Executivo de Macau, Edmund Ho Hau Wah, disse terça-feira, em conferência de imprensa, que no orçamento para 2009, o governo previu que as receitas brutas dos casinos se deverão fixar nos em sete mil milhões de patacas (875 milhões de dólares) por mês, um ligeiro decréscimo em relação ao corrente ano onde a média mensal ronda oito mil milhões de patacas (mil milhões de dólares).

Confrontado com uma crise financeira mundial, Edmund Ho centrou a preocupação do Governo nas Pequenas e Médias Empresas que precisam de apoios para terem “vida e garantir a sua sobrevivência”, adiantando que pretende reforçar os trabalhos na diversificação dos mercados e produtos.

Edmund Ho confirmou igualmente a preocupação social das políticas para 2009 com o objectivo da “partilha do sucesso financeiro” do território e garantiu que se manterá em funções “sempre com o mesmo empenho” com o objectivo de melhorar e desenvolver Macau.

As áreas mais beneficiadas no orçamento de 2009 são a saúde (2,44 mil milhões de patacas), educação e juventude (2,1 mil milhões de patacas), segurança social (2,3 mil milhões de patacas), forças de segurança (2,1 mil milhões de patacas) , Fundo de Desenvolvimento e Comercialização (2,2 mil milhões de patacas), Instituto para os Assuntos Civicos e Municipais (1,2 mil milhões de patacas) e a Fundação Macau com 2,49 mil milhões de patacas.

Edmund Ho Hau Wah, que termina em 19 de Dezembro de 2009 o seu mandado como Chefe do Executivo de Macau, anunciou igualmente que o próximo governo da Região Administrativa Especial de Macau vai receber “como herença” mais de 70 mil milhões de patacas (8,75 mil milhões de dólares). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH