Moçambique: Fundo Monetário Internacional vai analisar apoio a Moçambique

19 November 2008

Maputo, Moçambique, 19 Nov – O Fundo Monetário Internacional (FMI) deverá analisar em Janeiro próximo o apoio ao programa de reformas em curso em Moçambique, face à crise financeira mundial, de acordo com o jornal Notícias, de Maputo.

Para já, segundo o FMI, existem condições para Moçambique manter um crescimento económico robusto em 2009, embora existam riscos consideráveis que poderão advir do impacto da crise financeira internacional.

Na decisão que tomar em Janeiro, o FMI terá como base algumas constatações, entre as quais a vulnerabilidade de Moçambique perante a crise financeira num momento em que se assiste uma grande variação do preço de vários produtos no mercado internacional e ao declínio substancial dos preços de alguns dos principais produtos de exportação moçambicanos.

“O comércio externo de Moçambique poderá sofrer com a diminuição profunda da procura mundial de produtos, o que pode afectar o volume das suas exportações. Além disso, a economia permanece pesadamente dependente do apoio da comunidade internacional, o que pode pôr em risco o alcance dos Objectivos do Desenvolvimento do Milénio de reduzir a pobreza para metade até 2015”, considera o FMI num comunicado recentemente divulgado.

O fundo elogia as políticas fiscais e monetárias “prudentes” que estão a ser aplicadas pelo Governo moçambicano, acrescentando que “precisam de continuar a ser executadas para se consolidar a estabilidade macroeconómica no contexto de um sistema flexível da taxa de câmbio”.

O FMI também encoraja a decisão do Governo moçambicano de pedir formalmente a adesão à Iniciativa da Transparência da Indústria Extractiva (EITI), que ajudará a assegurar a gestão transparente dos recursos naturais, e a sua decisão em acelerar as reformas para reduzir o custo de fazer negócio. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH