Moçambique: Nova descoberta de gás em Inhambane

24 November 2008

Maputo, Moçambique, 24 Nov – Dois novos reservatórios de gás natural foram identificados nos blocos 16 e 19 da bacia sedimentar de Moçambique, na parte marítima da província de Inhambane, informou o jornal Notícias, de Maputo.

Estas descobertas foram efectuadas ao abrigo de um contrato de pesquisa e produção de hidrocarbonetos que está a ser executado pelo consórcio que integra a Sasol Petroleum Sofala, Petronas Carrigali Moçambique e a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH).

O jornal adianta não haver ainda pormenores sobre a descoberta, sendo que deverão seguir-se estudos complementares que irão determinar a sua viabilidade comercial.

Os dois blocos foram adjudicados àquele consórcio para a pesquisa e produção de hidrocarbonetos a 1 de Junho de 2005, como desfecho de uma negociação directa com o Governo moçambicano, tendo sido já investidos mais de 100 milhões de dólares, metade dos quais para a abertura do furo de prospecção.

A ministra dos Recursos Minerais, Esperanças Bias, que confirmou a descoberta, disse que caso seja confirmada a sua viabilidade comercial, o gás terá um impacto significativo para o país, nomeadamente para satisfazer a cada vez maior procura deste recurso, quer no mercado doméstico, quer a nível da região.

“A ser comercial, esta descoberta vai permitir dar resposta à demanda doméstica de gás natural. Temos uma lista de projectos que poderão ser eventualmente satisfeitos, como seja a geração de energia eléctrica, implantação de uma fábrica de fertilizantes e uso em viaturas”, referiu Esperança Bias.

Para avaliação comercial deste gás terão que ser feitos furos adicionais para serem definidas as quantidades e a qualidade do recurso existente. Ao abrigo da legislação em vigor em Moçambique, a concessionária tem seis meses para proceder à avaliação e apresentar o relatório ao Governo, para dar o seu parecer.

Neste momento Moçambique tem disponíveis cerca de 140 milhões de gigajoules, no quadro da exploração pela Sasol e ENH dos jazigos de Pande/Temane, na província de Inhambane, cujas reservas são estimadas em mais de cinco briliões de pés cúbicos, abastecendo a região sul-africana de Secunda e o mercado interno, particularmente o parque industrial de Beleluane, na província do Maputo, bem como o consumo doméstico. (macahub)

MACAUHUB FRENCH