Moçambique: Mossuril poderá vir a ter cadeia de hóteis com apoio do Banco Mundial

1 December 2008

Maputo, Moçambique, 1 Dez – O Banco Mundial, em coordenação com o Fundo Nacional de Turismo, está à procura de investidores para a construção de uma cadeia de hotéis na zona de Crussi, no distrito de Mossuril, no litoral da província de Nampula, informou o jornal Notícias, de Maputo.

Trata-se de uma área já identificada, com cerca de 1.800 hectares, segundo dados avançados pela Direcção Provincial de Turismo, neste momento decorre o processo de levantamento topográfico, que facilitara o processo de avaliação dos solos bem como de levantamento das benfeitorias das populações que residem na área.

Localizada na periferia da chamada zona económica especial (Nacala porto e velha, que comportam infra-estruturas e empreendimentos como um porto de águas profundas, aeroporto com dimensões internacionais e futura refinaria de petróleo), a zona de Crussi, segundo o projectado, constituirá um forte ponto de atracção.

Enquanto isso, outros dados referem que a província poderá receber um investimento na ordem de 6 milhões de dólares, a serem injectados na área de construção de infra-estruturas hoteleiras.

De referir que no ano transacto, foram realizados investimentos de 412,8 milhões de meticais para a construção de 11 novos estabelecimentos, três dos quais hotéis designadamente o “Girassol”, o “Executivo” e o “Milénio”.

Como consequência do aumento da capacidade de acolhimento, que se situa na ordem de 2.970 camas e 1.813 quartos, dados estatísticos daquela instituição, referem que uma media de cerca de 30 mil turistas poderá escalar anualmente a província de Nampula. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH