Macau: Macau investe 6,3 milhões de dólares para receber mais água da China

5 December 2008

Zhuhai, China, 05 Dez – O abastecimento de água a Macau está assegurado até 2020 na sequência da entrada em funcionamento de uma nova conduta de água proveniente do munícipio chinês de Zhuhai, limítrofe a Macau, de acordo com uma nota oficial citada pela agência MacauNews.

A inauguração da terceira conduta de abastecimento de água a Macau teve lugar quinta-feira por ocasião da Conferência de Cooperação Conjunta Guangdong – Macau 2008, realizada em Zhuhai, e a que esteve presente o Chefe do Executivo de Macau, Edmund Ho Hau Wha.

A nova conduta de água, com 3,6 quilómetros de comprimento e financiada pelo governo de Macau em 50 milhões de yuan (6,3 milhões de dólares) permitirá um abastecimento de mais 300 mil metros cúbicos diários de água a Macau elevando para 480 mil metros cúbicos o abastecimento ao território.

O Secretário para os Transportes e Obras Públicas de Macau, Lau Si Io, presente na cerimónia, revelou que o governo de Macau investiu outros 450 milhões de yuan para apoiar as obras de construção do reservatório de Zhuyi, também em Zhuhai, de modo a permitir um abastecimento regular de água ao território.

O reservatório, cujo custo total está estimado em 819 milhões de yuan (119,2 milhões de dólares) e cujas obras começaram hoje deverá ficar concluído em 2010.

Macau recebe 98 por cento da água a partir do rio Modaomen na província chinesa de Guangdong sendo o volume remanescente proveniente dos reservatórios existentes no território.

A água não tratada é bombada da estação de Hong Wan para o reservatório da Lapa, em Zhuhai.

Macau, com uma população superior a 530 mil pessoas, teve em 2007 um consumo diário médio da ordem dos 207 mil metros cúbicos.

A rede de distribuição de água em Macau tem 410 quilómetros.

Zhuhai, município chinês limítrofe a Macau, possui uma população de 1,4 milhões de habitantes. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH