Moçambique: Fundição de alumínio Mozal lidera lista de 100 maiores empresas do país – KPMG

12 December 2008

Maputo, Moçambique, 12 Dez – A empresa produtora de alumínio Mozal voltou a liderar a lista das “100 Maiores Empresas” de Moçambique, de acordo com a 10ª edição do relatório anual da empresa de consultoria KPMG – Moçambique.

Com a classificação obtida este ano, é a sexta vez consecutiva que aquela fundição, maioritariamente detida pelo grupo australiano BHP Billiton, é nomeada a maior de Moçambique.

No segundo lugar surge a Hidroeléctrica de Cahora Bassa, maioritariamente detida por Moçambique desde o final do ano passado.

A grande novidade, nas “dez mais”, vai para a subida da mCel, do quarto para o terceiro lugar, a queda da Petromoc do terceiro para o quarto, e a manutenção da Electricidade de Moçambique, Cervejas de Moçambique e BP Moçambique, em quinto, sexto e sétimo lugares.

O Millenniu Bim subiu do nono para o oitavo, a Motraco do décimo primeiro para o nono, enquanto que a Sasol Petroleum Temane caiu do décimo para o oitavo lugar.

Falando momentos antes da apresentação da classificação das “100 Maiores Empresas”, o director-geral da KPMG Moçambique, Filipe Mandlate, disse tratar-se de uma iniciativa que visa em última análise promover a concorrência entre as empresas e contribuir para o aumento da transparência na gestão dos negócios.

A novidade deste ano foi a introdução da lista das cinco melhores empresas nos últimos dez anos, o qual foi ganho pela Global Alliance cgsm Seguros, seguida pela Cornelder e Toyota de Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH