Moçambique: Manga do Dombe já pode ser exportada

2 January 2009

Maputo, Moçambique, 2 Jan – As autoridades de Moçambique levantaram parcialmente a proibição de exportação de fruta da província de Manica, em vigor desde Setembro de 208, após a descoberta da mosca-da-fruta, informou o jornal Notícias, de Maputo.

O jornal adianta que aquele levantamento, decretado dia 28 de Dezembro de 2008, beneficia apenas a exportação da manga produzida na zona de Dombe, na província de Manica, uma vez considerada livre da praga.
 
A chefe do Departamento de Sanidade Vegetal na Direcção Nacional dos Serviços Agrários, Serafina Magana, disse que a medida não abarca outros produtos que continuam sob vigilância das autoridades, nomeadamente banana, ata, papaia, abacate, maçanica, laranja, limão, tangerina, toranja, pêssego, caju, goiaba, pêra, ananás, melancia, abóbora, pepino, piripiri, mandarim, marula (canhu), ameixa, maçã, cereja e litchi.

O levantamento parcial de interdição da exportação da fruta da província de Manica segue-se à decisão tomada a 23 de Outubro de 2008 relativamente à exportação da banana produzida na zona sul do país (considerada zona ainda livre da praga), para a África do Sul.

A Direcção Nacional dos Serviços Agrários estabeleceu postos de fiscalização nomeadamente em Caia, Zóbuè, Machipanda, Inchope, rio Save, rio Limpopo, Incoluane, Michafutene e Matola-Rio, para garantir o controlo de produtos vegetais susceptíveis ao ataque da mosca, das zonas infestadas para as zonas livres.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH