Angola: Governo do Huíla constitui mais de 14 mil hectares em reservas fundiárias

16 January 2009

Lubango, Angola, 16 Jan – O governo da província da Huíla constituiu reservas fundiárias seis áreas do município de Lubango com 4 mil hectares para a construção de infra-estruturas económicas e sociais, com destaque para residências económicas, informou a agência noticiosa Angop.

O administrador municipal do Lubango, Vigílio Tyova, afirmou tratar-se de áreas periféricas da cidade do Lubango, onde se prevê a construção de residências económicas, hospitais, postos de saúde, esquadras policiais, mercados e outras infra-estruturas sociais.

Este projecto está a ser desenvolvido nos 14 municípios da província, prevendo-se a construção de residências para jovens e quadros técnicos, assim como instituições públicas, no sentido de aumentar a oferta de bens e serviços à população.

O executivo da Huíla vai, este ano, receber do Governo central uma verba no valor de cinco mil milhões de kwanzas para construção de 1300 residências económicas na província.

Vigílio Tyova afirmou ainda que o Governo prevê disponibilizar 5812 milhões de kwanzas para o lançamento de duas novas zonas industriais no Lubango, sendo uma na Vila Paula, comuna da Arimba, e outra na povoação do Caculuvale, município da Chibia.

O Lubango, capital da província da Huíla, tem uma superfície de 3140 quilómetros quadrados e uma população estimada em 1,4 milhões de habitantes. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH