São Tomé e Príncipe: Portuguesa Mota-Engil vai construir novo sistema de abastecimento de água

16 January 2009

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 16 Jan – A filial da Mota-Engil em São Tomé assinou quinta-feira com o governo são-tomense um acordo para a construção de um novo sistema de abastecimento de água à capital, no valor de 5,8 milhões de dólares.

O projecto denominado “Água Clara 1 e 2” é financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento, com 2,7 milhões de dólares, Fundo Europeu (2,5 milhões de dólares) e o governo são-tomense que comparticipa com 600 mil dólares.

A Mota-Engil tem 20 meses para a execução das obras que vai abastecer o quartel-general das forças armadas, o principal centro hospitalar da cidade de São Tomé e bairros e localidades periféricas.

A assinatura do contrato de empréstimo pelo governo são-tomense com as instituições financeiras internacionais data de 2001, mas só agora o montante foi desbloqueado.

Com este projecto, a Empresa de Água e Electricidade vai poder aceitar um total de 650 clientes cujos contratos para ligação de água às suas residências estão pendentes há vários anos devido à insuficiência de abastecimento.

Vão ser construídos novos reservatórios com capacidade para 650 metros cúbicos de água, na localidade de Agua Agrião, no distrito de Mé Zochi e a instalação de 14 quilómetros de conduta de agua e a reabilitação de outros quatro quilómetros de rede de distribuição. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH