Moçambique: Empresa estatal à procura de parceiros internacionais para explorar gás natural

20 January 2009

Maputo, Moçambique, 20 Jan – A estatal Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) está à procura de parceiros internacionais para explorar gás no bloco do Búzi, informou na sua edição de segunda-feira o jornal Notícias, de Maputo.

Em 2008, o governo atribuiu uma licença de 8 anos à ENH para explorar o bloco, que tem reservas estimadas entre 10 mil milhões e 17 mil milhões de pés cúbicos de gás.

O Notícias cita Guilhermino Fortes, assessor técnico da ENH, que afirmou que o processo regista algum atraso devido à crise financeira internacional que dificulta a alocação de financiamentos para projectos desta natureza.

A ENH estima que serão necessários cerca de 30 milhões de dólares para a viabilização do projecto, tendo Guilhermino Fortes dito que para além das reservas já identificadas há necessidade de se proceder a mais pesquisas sísmicas e geofísicas na zona.

“Pelas características da zona acredita-se que se possa descobrir mais gás, daí que a ENH tenha optado por contactar uma série de companhias com tecnologia adequada para a realização de trabalhos necessários”, observou.

Pesquisas efectuadas noutras áreas de Inhambane permitiram a descoberta, em finais do ano passado, de dois novos reservatórios de gás natural, mais concretamente nos blocos 16 e 19 da bacia sedimentar de Moçambique, ao abrigo de um contrato de pesquisa e produção de hidrocarbonetos que está a ser executado pelo consórcio que integra a Sasol Petroleum Sofala, Petronas Carrigali Moçambique e a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH