Portugal: Comissão Europeia prevê contracção de 1,6% da economia portuguesa em 2009 e défice de 4,6%

20 January 2009

Bruxelas, Bélgica, 20 Jan – A economia de Portugal deverá este ano cair 1,6 por cento, o dobro do estimado pelo governo português, e registar um défice orçamental de 4,6 por cento, superior em 0,7 pontos percentuais às estimativas do governo, anunciou segunda-feira a Comissão Europeia.

As previsões intercalares para 2009-2010, publicadas segunda-feira em Bruxelas, indicam que o crescimento do PIB português será negativo nos próximos dois anos, baixará de 0,2 por cento em 2008 para menos 1,6 por cento em 2009 e menos 0,2 por cento em 2010.

Por seu lado, o desequilíbrio das contas do Estado irá aumentar de menos 2,2 por cento do PIB em 2008 para menos 4,6 por cento em 2009 e menos 4,4 por cento em 2010.

Para a Comissão Europeia, a contracção do PIB deve-se a vários factores, como condições mais apertadas de crédito, a deterioração da confiança dos consumidores e empresas, e a desaceleração da procura externa.

A maior parte dos Estados-membros da União Europeia irá registar uma contracção do seu produto em 2009: menos 2,3 por cento do PIB no caso da Alemanha, menos 2,0 por cento na Espanha, menos 2,0 por cento na Holanda, menos 1,8 por cento em França, menos 2,0 por cento em Itália e menos 2,8 por cento no Reino Unido, para só citar alguns países.

A economia europeia deverá recuar no seu conjunto 1,8 por cento em 2009, previu a Comissão Europeia, que acredita no início de uma recuperação moderada antes do final do ano, para um crescimento de 0,5 por cento em 2010. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH