São Tomé e Príncipe: Apoio da Guiné-Equatorial ao arquipélago vai ser mais selectivo

20 January 2009

Lisboa, Portugal, 20 Jan – A actual crise económica mundial vai implicar uma maior selectividade nos projectos a apoiar pela Guiné Equatorial em São Tomé e Príncipe, afirmou segunda-feira em Lisboa o ministro das Relações Exteriores guineense.

Em entrevista à agência noticiosa portuguesa Lusa, Pastor Micha Ondo Bile afirmou que este ano haverá uma reunião da comissão bilateral, em que serão seleccionados projectos que poderão beneficiar do financiamento e envolvimento de empresas guineenses.

A Guiné Equatorial chegou a propor a São Tomé e Príncipe a exploração conjunta de um bloco petrolífero que se encontra na zona de sobreposição na fronteira marítima entre os dois países, bem como apoio financeiro em alguns dos projectos de infra-estruturas definidos como prioritários pelo arquipélago lusófono, nomeadamente portos e aeroportos.

A falta de resultados, afirma Ondo Bile, deve-se à sucessão de governos em São Tomé e Príncipe.

O ministro guineense escusou-se a identificar quais os projectos mais apetecíveis para a Guiné Equatorial, mas admitiu a participação na exploração de petróleo na Zona Económica Exclusiva são-tomense. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH