Moçambique: Petronas solicita mais tempo para a prospecção de petróleo

21 January 2009

Maputo, Moçambique, 20 Jan – A malaia Petronas, que está a prospectar petróleo no delta do rio Zambeze, solicitou o alargamento do prazo da concessão a fim de poder analisar os resultados já obtidos, afirmou o presidente do Instituto Nacional de Petróleos.

Habitualmente, uma concessão para a prospecção de petróleo tem uma duração de oito anos.

Arsénio Mabote disse que a Petronas já investiu na abertura de um único furo na bacia do Zambeze cerca de 50 milhões de dólares tendo encontrado indícios que mereceram a atenção da empresa.

“É nesse contexto que a empresa solicitou o alargamento do período da concessão a fim de dispor de tempo para avaliar os indícios encontrados”, disse ainda Mabote.

Moçambique tem actualmente dez concessões para a prospecção de petróleo, sendo de destacar a presença de empresas norte-americanas, norueguesas e malaias entre outras. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH