Guiné-Bissau: Angolanos em Bissau dentro de 15 dias para ultimar linha de crédito

29 January 2009

Bissau, Guiné-Bissau, 29 Jan – Uma equipa técnica do governo de Angola vai deslocar-se a Bissau para formalizar as modalidades para a concessão da linha de crédito solicitada pelo governo da Guiné-Bissau, afirmou terça-feira o primeiro-ministro guineense.

Em declarações à imprensa no aeroporto Osvaldo Vieira em Bissau, após ter regressado de uma visita oficial a Angola, Carlos Gomes Júnior escusou-se, contudo, a revelar o montante da linha de crédito que solicitou às autoridades angolanas.

“Luanda predispôs-se a apoiar financeiramente a Guiné-Bissau” para enfrentar “a difícil situação económica e financeira que atravessa”, sublinhou o primeiro-ministro.

Carlos Gomes Júnior frisou ainda que “dentro de 15 dias, virá a Bissau uma equipa de técnicos do ministério das Finanças” de Angola para “ultimar os instrumentos legais que devem ser assinados com vista a cobertura do défice financeiro” da Guiné-Bissau.

De acordo com o chefe do executivo guineense, com a cobertura do défice o Governo pagará os salários em atraso dos funcionários públicos e “irá aos programas do desenvolvimento” do país.

Fazendo um balanço da visita à Luanda, Carlos Gomes Júnior destacou que Angola ofereceu às Forças Armadas guineenses seis bolsas de formação no domínio militar para a categoria de oficiais, os quais deverão partir no dia 16 de Fevereiro, equipamentos para os bombeiros, entre outros meios para os serviços do Ministério do Interior.

O chefe do executivo de Bissau disse ter também aproveitado a sua estada em Luanda para formular convites aos empresários angolanos para que invistam na Guiné-Bissau “em vários domínios”, frisando o facto de Angola “ter já acordos assinados no domínio da exploração de bauxite”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH