Moçambique: Projecto de areias pesadas do Chibuto em risco de fracassar

3 February 2009

Maputo, Moçambique, 3 Fev – O estudo de pré-viabilidade ao projecto de exploração das areias pesadas de Chibuto, na província de Gaza, concluiu que o valor do depósito é insuficiente para justificar o seu desenvolvimento, de acordo com o jornal Notícias, de Maputo.

O jornal adianta que a BHP Billiton, que controla a Limpopo Corridor Sands, dona do projecto, confirmou que o estudo de pré-viabilidade, cuja conclusão está prevista para Março próximo, chegou à conclusão de que o valor que se pode obter deste depósito é inadequado para justificar o seu desenvolvimento neste momento.

A BHP Billiton irá esperar pela renovação da sua licença de exploração para possível futuro desenvolvimento do projecto, estando a analisar com a com a IDC, da África do Sul (com uma participação de 10 por cento da Limpopo Corridor Sands) e o Governo de Moçambique a melhor maneira de se continuar com o programa de apoio às comunidades durante os próximos dois anos.

Em Maputo, as 16 pessoas que trabalham no escritório do empreendimento e que asseguraram a fase do estudo de pré-viabilidade estão já a receber cartas de despedimento, o mesmo acontecendo a alguns trabalhadores no Chibuto.

O provável fracasso do projecto das areias pesadas de Chibuto pode estar associado à crise financeira mundial, que afecta o preço das matérias-primas, tornando muitos projectos nesta área inviáveis.

No caso concreto das areias de Chibuto, figuram também, entre os constrangimentos, o facto de o depósito estar situado a cerca de 70 quilómetros da ferrovia que liga ao porto de Maputo, o que implicaria a construção de um ramal ferroviário ou uma nova estrada para viabilizar o transporte dos minérios.

Inicialmente, o projecto estava avaliado em 1,5 mil milhões de dólares, valor que viria a ser revisto em baixa em cerca de 50 por cento, na sequência de vários estudos, com potencial para empregar 1750 moçambicanos na fase de construção, 1200 dos quais em Chibuto e os restantes em Maputo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH