Portugal: Banco BIC prossegue expansão após aumento de capital

5 February 2009

Lisboa, Portugal, 5 Fev – A expansão das agências do BIC em Portugal tem condições para estar concluída até final do terceiro trimestre, mas depende da realização de um aumento de capital pelos accionistas, disse quarta-feira em Lisboa o presidente do banco luso-angolano.

Hoje, será inaugurada oficialmente a sua primeira agência e centro de empresas no Porto, que começou a operar no fim de Dezembro de 2008, devendo, de acordo com Mira Amaral, a “primeira etapa” de expansão do banco luso-angolano incluir aberturas em Faro, Leiria, Viseu, Aveiro e Braga.

“Só depois do aumento de capital vou abrir novas agências. Desde que o tenha, acho que consigo abrir até final do terceiro trimestre”, afirmou Mira Amaral.

O aumento de capital para 25 milhões de euros resultou de uma “chamada de atenção” da comissão executiva aos accionistas, “na sequência das recomendações do Banco de Portugal”, referiu.

O banco arrancou em Maio de 2008 com uma equipa de 30 pessoas e um conselho de administração presidido por Fernando Teles e composto ainda por Luís Mira Amaral, presidente executivo do banco, Graziela Esteves, que é simultaneamente administradora do Banco BIC de Angola, Carlos Traguelho, que esteve ligado à banca espanhola, e Jaime Pereira, que vem da consultora Deloitte.

Tal como o BIC em Angola, o BIC Portugal é controlado a 25 por cento pelo grupo Amorim fazendo ainda parte da sua estrutura accionista a angolana SPF, de Isabel dos Santos, filha do Presidente José Eduardo dos Santos, com 25 por cento, e o fundador e presidente executivo do banco em Angola, Fernando Teles, com 20 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH