Angola: Economia cresce “acima de três por cento” em 2009

13 February 2009

Luanda, Angola, 13 Fev – O ministro da Economia angolano, Manuel Nunes Júnior, admitiu hoje em Luanda um abrandamento do crescimento da economia do país em 2009, adiantando, contudo, que este valor se vai situar “acima de três por cento”.

Apesar de o Orçamento Geral do Estado, aprovado em Novembro, prever para 2009 um crescimento de 11,8 por cento, “Angola vai continuar a sua trajectória de crescimento económico iniciada em 2002”, afirmou o governante numa conferência organizada pelo novo jornal económico angolano, Expansão, em conjunto com o português Diário Económico, com o qual tem uma parceria estratégica.

Durante a conferência, Manuel Nunes Júnior admitiu um “abrandamento económico”, tendo posteriormente afirmado aos jornalistas que o crescimento angolano se vai situar “acima de três por cento”, bastante abaixo dos valores de dois dígitos dos últimos anos.

O ministro da Economia sublinhou, porém, que este crescimento do PIB consubstancia “um crescimento real da economia per capita”, explicando que a expansão demográfica anual de Angola está estimada em três por cento.

O governante defendeu o aumento das exportações líquidas, “substituindo as importações de produtos estrangeiros que podem ser produzidos no país”, equilibrando assim a balança de pagamentos.

Manuel Nunes Júnior apontou ainda o arranque de uma nova estratégia de comercialização de diamantes, com intervenção dos Estado, “de modo a evitar o colapso de algumas empresas deste sector”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH