Portugal: Economia cai 2,0 por cento no 4º trimestre e termina 2008 em recessão

16 February 2009

Lisboa, Portugal, 16 Fev – A economia portuguesa recuou dois por cento no quarto trimestre de 2008 face aos três meses anteriores, completando dois trimestres de quedas, de acodo com dados dos Instituto Nacional de Estatística (INE), terminando o ano em recessão técnica.

A estimativa rápida do INE sexta-feira divulgada mostra que no conjunto do ano o Produto Interno Bruto (PIB) português fixou-se em zero por cento – estagnação – depois de um aumento de 1,9 por cento em 2007.

Este ritmo de crescimento anual foi o mais baixo em cinco anos, desde a recessão de 2003.

Face ao trimestre anterior, o PIB recuou dois por cento no quarto trimestre, depois de uma descida de 0,1 por cento no terceiro trimestre. A economia recuou assim durante dois trimestres consecutivos, encontrando-se por isso em recessão técnica.

Em termos homólogos o PIB baixou 2,1 por cento, valor que compara com uma subida de 0,5 por cento no terceiro trimestre.

A justificar esta contracção do PIB no quarto trimestre esteve a procura interna (consumo e investimento), refere o INE, que sublinha a “particular intensidade” do contributo negativo do investimento, bem como a procura externa líquida (exportações menos importações).

As vendas ao estrangeiro registaram uma “diminuição expressiva”, nota o INE. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH