Moçambique: Matola vai ter novo terminal para combustíveis líquidos

5 March 2009

Maputo, Moçambique, 5 Mar – Um cais e um terminal para combustíveis líquidos com 60 mil metros cúbicos de capacidade serão em breve construídos na Matola, informou o jornal Notícias, de Maputo.

O projecto orçado em 45 milhões de dólares será financiado pela estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique e pela empresa norueguesa Odfjell, sendo resultado, de acordo com o jornal, da visita efectuada pelo Presidente da República de Moçambique aos Países Baixos e à Noruega.

Knut Holsen, vice-presidente da Odfjell para África, Índia e Médio Oriente, disse ao jornal que durante a sua visita aos Países Baixos Armando Guebuza escalou o porto de Roterdão, onde a Odfjell possui uma terminal com cerca de 1,6 milhão de metros cúbicos de capacidade, facto que impressionou o Chefe do Estado a ponto de convidar aquela companhia a desenvolver projectos também em Moçambique.

Actualmente, Moçambique possui uma capacidade reduzida de armazenamento de combustíveis, acreditando-se que a construção do novo terminal vai acrescentar valor e ajudar a minimizar o problema através da criação de reservas para assegurar disponibilidade em momentos de crise.

O terminal vai ser construído em duas fases, estando actualmente a decorrer estudos dos diferentes impactos da sua instalação, sobretudo na componente ambiental, considerando a natureza dos produtos a serem manuseados, nomeadamente ácidos, etanol, gasolina, diesel, óleos e outros produtos químicos no estado líquido. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH