Angola: Lucro da diamantífera Catoca em 2009 deve cair de 104 milhões para 12 milhões de dólares

11 March 2009

Luanda, Angola, 11 Mar – A Sociedade Mineira de Catoca, que possui em Angola a quarta maior mina de diamantes do mundo a céu aberto, prevê para 2009 um lucro líquido inferior a 12,8 milhões de dólares, escreve o jornal Expansão na sua última edição.

De acordo com a Catoca, a venda bruta deverá cifrar-se em 305 milhões de dólares, a venda líquida em 281 milhões de dólares, os custos operacionais estão avaliados em 252 milhões de dólares e o lucro operacional previsto é da ordem de 21 milhões de dólares.

No que toca aos impostos a serem cobrados pelo estado angolano as previsões apontam que devem ficar-se em 8,5 milhões em vez dos 100 milhões estimados anteriormente.

O jornal, que cita o director-geral da Catoca, Ganga Júnior, escreve que a empresa em 2008 teve um lucro líquido de 104 milhões de dólares contra os mais de 460 milhões previstos.

A empresa detida pela angolana Endiama, a russa Alrosa, a israelita Lev Leviev e a brasileira Odebrecht fechou o ano de 2007 com vendas brutas de 451 milhões de dólares.

Canga Júnior revelou que as quedas nas receitas “estão directamente ligadas com a depressão económica que se verifica desde Setembro de 2008”.

O director-geral da Catoca considera ainda que a manter-se o actual cenário de crise económica “das mais de 15 empresas diamantíferas em produção apenas três ou quatro estarão em condições de sobreviver mas com muitas limitações orçamentais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH