Angola: Agência norte-americana disponibiliza seis milhões de dólares para projectos de saúde

30 March 2009

Huambo, Angola, 30 Mar – A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) disponibilizou 6 milhões de dólares para intervenções no âmbito dos Serviços Essenciais de Saúde (SES), em curso em algumas províncias de Angola, disse sexta-feira em Luanda a directora do SES.

Segundo a directora-geral do projecto SES em Angola, Margarita Guardin, que falou à agência noticiosa angolana Angop, à margem do XX Conselho Consultivo Ordinário do Ministério da Saúde, realizado de 25 a 27 do mês em curso no Huambo, com o montante disponibilizado estão a ser desenvolvidos vários programas para apoiar o Governo angolano na redução da malária, tuberculose, saúde sexual reprodutiva e planeamento familiar.

De acordo com a responsável, estão a ser desenvolvidas acções de formação de quadros de algumas direcções províncias da saúde em Angola, em estatísticas, diagnostico e tratamento da malária, saúde reprodutiva, VIH/Sida e tuberculose.

Com a expansão, este ano, do projecto de Serviços Essenciais de Saúde em algumas províncias de Angola, como Moxico, Kuando Kubango e Lunda Sul, a organização vai ainda dar continuidade à prestação de ajuda na aquisição de equipamentos e meios gastáveis diversos, para o funcionamento dos centros de aconselhamento e testagem voluntária.

Em 2008, o programa abrangeu 16 localidades das províncias de Luanda, Lunda Norte e Cunene, prevê-se, para este ano, começar-se a trabalhar em Cabinda, Kuando Kubango e Lunda Sul.

A USAID começou o seu projecto de saúde em Angola em Setembro de 2006, com o objectivo de apoiar o fortalecimento do sistema sanitário, através do projecto SES. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH