Moçambique: Produção de milho vai aumentar 17 por cento

3 April 2009

Maputo, Moçambique, 3 Abr – A produção de milho em Moçambique vai registar um aumento de 17 por cento na presente campanha agrícola, o que significa que a colheita vai passar de 1,4 milhões de toneladas conseguidas na última safra para cerca de 1,6 milhões, informou o jornal Notícias, de Maputo.

O jornal acrescenta que o aumento perspectivado resultará da implementação do plano de acção de produção de alimentos desenhado pelo Governo para o período 2008-2011, prevendo-se ainda o aumento da produção do arroz e trigo, cereais cujo défice ainda precisará de alguns anos para ser superado.

No decurso de uma visita do Presidente da República, Armando Guebuza, à sede do Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM), em Maputo, onde se inteirou do trabalho que está a ser desenvolvido no local, o director daquele instituto, Calisto Bias, revelou que 20 tecnologias promissoras, ou seja, novas variedades de sementes, poderão ser libertadas.

Trata-se de uma nova variedade da semente de milho, uma de mapira, outra de algodão, três clones de batata-reno, cinco de mandioca, igual número de clones de soja, três variedades de feijão-nhemba e uma variedade de gergelim.

Calisto Bias disse que estão em teste várias variedades de trigo com vista a responder à necessidade de aumento da produção daquele cereal, além de mais de 1400 linhas de arroz, das quais 400 apresentam um bom comportamento.

Nos testes sobre arroz disse que a perspectiva é de que nos próximos dois anos sejam libertados algumas variedades.

O IIAM libertou recentemente três variedades de mandioca resistente à podridão radicular, estando em curso a sua multiplicação acelerada na província de Nampula, região onde também está em curso a testagem de mais cinco variedades. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH