Angola: Embraer deverá vender aviões Super Tucano a Angola

23 April 2009

Luanda, Angola, 23 Abr – O Ministério da Defesa de Angola está a negociar com a construtora aeronáutica brasileira Embraer a aquisição de seis aviões de reconhecimento e patrulha Super Tucano para reforçar a frota da Força Aérea, de acordo com o Novo Jornal.

O periódico cita fontes militares para afirmar que o negócio está praticamente fechado e custará cerca de 62 milhões de dólares, valor que poderá ser acrescido de mais alguns milhões para dotar os aparelhos de equipamento militar.

Em Maio de 2005, durante uma visita a Brasília, o Presidente José Eduardo dos Santos acordou com o seu congénere brasileiro Lula da Silva a concessão de uma linha de crédito de 580 milhoes de dólares para financiar compras angolanas de equipamento diverso, nomeadamente aviões para fins comerciais, executivos e militares fabricados pela Embraer.

Angola comprometeu-se, na ocasião, a liquidar a factura através do fornecimento de 20 mil barris de petróleo por dia.

O Super Tucano é um avião a turbo-hélice produzido pela Embraer há mais de 20 anos e tem como principal missão operações de reconhecimento e patrulha, sendo a tripulação formada por dois pilotos e podendo transportar 1500 quilogramas de equipamento militar.

A ser concretizado o negócio, adianta o Novo Jornal, a Embraer reforça a sua presença em Angola, onde já colocou o seu modelo Embraer 128, de 30 lugares, que integra as frotas de pequenas companhias que operam no mercado doméstico. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH