Angola: Ministro da Indústria afirma que economia angolana está diversificada

24 April 2009

Luanda, Angola, 24 Abr – O ministro da Indústria, Joaquim David, afirmou quinta-feira, em Luanda, que desde 2006 que a economia angolana apresenta sinais de diversificação fora do sector não-petrolífero.

O ministro, que falava no encerramento da conferência sobre o relançamento da indústria transformadora 2009/2012, precisou que desde 2006 os sectores não-petrolíferos têm crescido a uma taxa superior à do sector petrolífero.

De acordo com Joaquim David, em 2007 o Produto Interno Bruto do sector não-petrolífero cresceu a uma taxa 21,5 por cento, contra 20,4 por cento do sector petrolífero e derivados, tendo sido a indústria transformadora o sector que mais cresceu com numa taxa de 32,6 por cento.

O ministro da Indústria acredita que a diversificação que se preconiza trará vários ganhos, permitindo reduzir a pobreza e assegurar a auto-suficiência alimentar, a substituição, de forma competitiva, das importações, com a consequente melhoria da balança comercial e equilíbrio das finanças públicas, com o alargamento da base tributária.

Recordou que a conferência não se limitou apenas a fixar metas ou objectivos, pois grande parte do tempo foi dedicada à análise das vias necessárias para a execução do programa e tratamento de carácter financeiro.

Segundo o ministro, uma atenção especial será prestada a qualidade e a certificação dos produtos angolanos para que a substituição das importações não seja feita com prejuízo da qualidade e para que os produtos possam competir no mercado internacional. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH