Moçambique: Firma britânica vai investir 350 milhões de meticais na produção de carne

29 April 2009

Maputo, Moçambique, 29 Abr – A empresa Desenvolvimento e Comercialização Agrícola (Deca) vai investir 350 milhões de meticais (cerca de 13 milhões de dólares) num projecto de produção de carne, na província de Manica, disse terça-feira à macauhub em Maputo uma fonte governamental.

Carlos Moisés, delegado local do Centro de Promoção de Investimentos (CPI), confirmou à macauhub a pretensão da Deca, empresa que é controlada em 75 por cento pelo grupo britânico Central African Mining and Exploration Company (CAMEC), que em Moçambique tem participações de montante igual nas empresas Compagri Lda, igualmente de comercialização de produtos agrícolas e na Mozbife Lda, de produção de gado para carne.

Moisés acrescentou que o novo projecto está dependente da disponibilização de um espaço de dez mil hectares, dispondo a Deca actualmente de duas mil cabeças de gado bovino numa área de mil hectares, mas acrescentou que se “trata de um projecto muito importante e o governo está a fazer tudo para que a empresa tenha a área necessária para o desenvolvimento do seu projecto”.

A Deca, que também reune investidores moçambicanos, tem interesses nos sectores de agricultura, moagem, agropecuária e comercialização agrícola, entre outros, em vários pontos de Moçambique.

fonte da Deca disse à macauhub que a empresa está a investir na importação de bovinos das melhores raças disponíveis na África do Sul e que irá construir um matadouro que funcionará de acordo com os padrões da União Europeia.

A província de Manica possui um potencial agro-climático para qualquer tipo de culturas e já foi em tempos o maior produtor de laranja e de bananas de Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH