Angola: Brasileira Odebrecht reconstrói estrada Caála/Ganda

4 May 2009

Huambo, Angola, 4 Mai – A estrada nacional 260 entre Caála e Ganda está reconstruída em 58 por cento da sua extensão, afirmou quarta-feira no Huambo o director provincial do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA) no Huambo, Inácio Satambwe.

Falando à agência noticiosa angolana Angop, Satambwe disse que foram revestidos com novo tapete de asfalto mais de 65 quilómetros do troço Caála (Huambo)/Ganda (Benguela), dos 124 quilómetros a serem reconstruídos até ao final deste ano pela empresa brasileira Odebrecht, numa empreitada com um valor de 72 milhões de dólares.

“Há um atraso quanto à data para a entrega da obra, inicialmente prevista para este mês, devido a trabalhos que no primeiro contrato não estavam incluídos, mas regista-se já um desdobramento das equipas técnicas para garantir a circulação no troço e para o tratamento das obras de arte e de serviços de pavimentação”, sublinhou.

O director provincial do INEA no Huambo considerou também que entre oito a 10 quilómetros da via Caála/Ekunha, numa extensão de 22 quilómetros, contam com revestimento superficial duplo de asfalto, o que está a permitir a circulação de pessoas e bens. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH