Moçambique e Cabo Verde relativamente protegidos do impacto da crise financeira – BAfD

11 May 2009

Dacar, Senegal, 11 Mai – Moçambique e Cabo Verde são dois países africanos relativamente protegidos da crise financeira mundial, apesar de alguns indicadores desfavoráveis, de acordo com um documento do Banco Africano de Desenvolvimento (BAfD), domingo divulgado em Dacar.

Em ambos os países o crescimento económico vai abrandar este ano (de 6,1 por cento em 2008 para 3,6 por cento em Cabo Verde e de 6,2 por cento para 4,0 por cento em Moçambique), mas nos dois casos a retoma de crescimento deverá ocorrer já em 2010.

“O desempenho económico de Cabo Verde ainda é mais relevante, tendo em conta os custos significativos resultantes da sua pequena dimensão, insularidade e configuração geográfica”, assinala o BAfD no documento Perspectivas Económicas de África 2009, domingo lançado na capital do Senegal.

O arquipélago, refere o BAfd, enfrenta ainda uma conjuntura de desafios marcada pelo abrandamento do crescimento económico, alto nível da dívida, indexação da moeda e um elevado défice da balança de pagamentos.

E um dos principais riscos está centrado nas remessas dos emigrantes, que constituem a maioria dos depósitos bancários dos não-residentes, equivalentes a 40 por cento dos depósitos totais.

A deficiente integração de Moçambique nos mercados mundiais de capitais protegerá a economia do país que, mesmo assim, se mantém vulnerável ao abrandamento económico mundial.

As inundações em 2008 e a instabilidade social levaram a uma estagnação na redução da pobreza e a “escassez de crédito e a baixa dos custos das matérias-primas estão a provocar quebras de produção e a anular vários projectos de investimentos públicos e privados” no país, segundo o BAfD.

Após a taxa de 10,3 por cento registada em 2008 – acima da fasquia de 10 por cento imposta pelo governo de Maputo – a inflação deverá cair para 7,2 por cento em 2009 e 6,1 por cento em 2010, apesar das despesas públicas com as eleições gerais deste ano poderem “gerar uma pressão inflacionista importante e ameaçar” aquelas perspectivas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH