Guiné-Bissau: Governo e Nações Unidas assinam acordo para desenvolver produção agrícola e pecuária

20 May 2009

Bissau, Guiné-Bissau, 20 Mai – O Governo da Guiné-Bissau e as Nações Unidas assinaram terça-feira em Bissau a segunda fase do projecto de desenvolvimento agrícola e pecuário, financiado pelo Brasil, Índia e África do Sul, no âmbito da cooperação sul-sul.

“Esta segunda fase centra-se no aumento da produção agrícola (…) e vai associar actividades complementares no domínio das energias renováveis”, afirmou a representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) na Guiné-Bissau, Giuseppina Mazza.

O programa, orçado em cerca de 627 mil euros, tem por objectivo desenvolver acções nas áreas da agricultura, pecuária, alfabetização, transformação de produtos agro-pecuários e instalação de painéis solares em comunidades rurais das regiões de Oio, Biombo e Bafatá.

O projecto de desenvolvimento agrícola visa a luta contra a fome e a redução da pobreza através da melhoria das condições de vida e rendimentos das populações.

A primeira fase do projecto decorreu entre 2005 e 2007 e foi consagrada à produção de sementes de arroz, fertilizante, pequenos utensílios agrícolas e formação.

A Guiné-Bissau, que já foi um grande produtor de arroz, dedica-se hoje quase exclusivamente à produção de caju para exportação. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH