Moçambique: Comboios já circulam na ponte Dona Ana, sobre o rio Zambeze

21 May 2009

Maputo, Moçambique, 21 Mai – A ponte Dona Ana, sobre o rio Zambeze, em Tete, já permite a circulação de comboios na sequência das obras de reconversão efectuadas com vista a transformá-la de ligação rodoviária para ferroviária, escreve hoje o jornal Notícias.

As obras que se iniciaram em 2006 custaram sete milhões de dólares e permitem a ligação entre estações de Sena, em Caia e Dona Ana, em Mutarara, nas províncias de Sofala e Tete.

Com a entrada em funcionamento a ponte vai ainda permitir a circulação de comboios entre Sena e Nhamayabwe, sede do distrito de Mutarara.

A ponte Dona Ana, projectada nos anos 20 do século XX pelo engenheiro português Edgar Cardoso, tem uma extensão de 3750 metros de comprimento e é a maior obra de arte ferroviária a nível da África Austral.

A ponte tem 102 pilares, sendo seis metálicos no viaduto do lado de Mutarara, 40 de betão armado na ponte principal, ou seja, no leito e 56 também metálicos na parte sul da planície de inundação do lado de Sena. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH