Moçambique tem “vantagens competitivas” no turismo mesmo com crise, diz ministro

29 May 2009

Maputo, Moçambique, 29 Mai – O turismo moçambicano dispõe de “vantagens competitivas” para continuar a atrair turistas mesmo na actual crise financeira internacional, afirmou quinta-feira em Maputo o ministro moçambicano de Turismo, Fernando Sumbana.

No final da visita que realizou à VII Edição da Bolsa de Turismo de Maputo (BTM), a única feira para operadores turísticos em Moçambique, Sumbana disse que a existência de condições naturais para a atracção de turistas em todas as épocas do ano, incluindo o tradicional turismo de praia e de safari, é uma das vantagens de Moçambique no mercado turístico mundial.

A VII Edição da BTM conta este ano com a participação de 30 expositores directos nacionais e três expositores directos estrangeiros, além de delegações das 11 províncias moçambicanas, consideradas participações indirectas.

Na VII edição da BTM, realizada em 2008, estiveram presentes 49 expositores directos nacionais e três expositores estrangeiros. Mais de 10 mil pessoas visitaram a feira do ano passado.

Os promotores do evento atribuem à crise financeira internacional a diminuição do número de expositores na edição deste ano.

Apesar da crise económica e financeira internacional, o Ministério do Turismo de Moçambique mantém a expectativa de o país conseguir até o final do ano cerca de 1,4 milhão de turistas internacionais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH