Macau: Air China anuncia aumento de 399 milhões de patacas no capital da Air Macau

2 June 2009

Macau, China, 2 Jun – A Air China anunciou um aumento de capital da Air Macau até 400 milhões de patacas (50 milhões de dólares) depois de uma redução prévia para um milhão de patacas para absorver prejuízos, de acordo com um comunicado da Air China à Bolsa de Valores de Hong Kong.

O aumento de capital, aprovado a 15 de Abril mas só hoje divulgado publicamente, irá ser efectuado em duas fases, a primeira das quais reservada aos actuais accionistas no valor de 199 milhões de patacas, a ser subscrito ao par.

A segunda fase consistirá num aumento de 200 milhões para 400 milhões de patacas a ser subscrito na totalidade pelo governo de Macau ou por outra entidade indicada pelo mesmo.

No final de 2008 o valor líquido da Air Macau era de 107,3 millhões de patacas.

Em 2008 a Air Macau teve prejuízos superiores aos 109 milhões de patacas registados em 2007.

Em 2006 os prejuízos foram de 62 milhões de patacas, em 2005 de 20 milhões de patacas e em 2003 de 150 milhões de patacas.

A Air Macau tem como accionistas a China National Aviation Corporation (51 por cento) – integrada na “holding gerida” pela Air China – e a SEAP – Serviços, Administração e Participações, que integra a TAP Portugal e o Banco Nacional Ultramarino (20 por cento), a Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (14 por cento) e, depois em partes iguais de 5 por cento o governo da Região Administrativa Especial de Macau, a transportadora de Taiwan Eva Air e um grupo de pequenos accionistas privados.

A Air Macau voa para Pequim, Xangai, Ghengdu, Guilin, Kunming, Nanjing, Hangzhou,Changsha, Guiyang, Shenzhen, Haikou, Sanya e Xiamen no continente chinês, Taipé e Kaohsiung, respectivamente em Taiwan, e Osaka (Japão), Bangkok(Tailândia), Seoul, Pusan (Coreia do Sul), Osaka (Japão) e Manila (Filipinas).

A Air Macau tem 13 aviões de passageiros Airbus dos modelos A321, A320 e A319 e 4 cargueiros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH