Moçambique: Banco Mundial ajuda a financiar projectos energéticos

2 June 2009

Dacar, Senegal, 2 Jun – O Banco Mundial prometeu a Moçambique 100 milhões de dólares para ajudar a financiar projectos energéticos, afirmou a agência noticiosa pan-africana PANA citando o Ministério moçambicano do Plano e Desenvolvimento.

A agência acrescenta que o governo de Moçambique obteve igualmente um compromisso formal da Noruega para contribuir com 45 milhões de dólares para a construção de uma linha de transporte de energia do centro para o sul do país.

Este projecto, avaliado em 2,4 mil milhões de dólares, vai ser desenvolvido numa parceria público-privada para construir, a partir de 2011, uma linha de alta tensão de cerca de 1500 quilómetros entre a província central de Tete e a capital Maputo, no sul do país, refere uma nota do ministério moçambicano enviada à PANA em Dacar.

De acordo com o ministro moçambicano do Plano e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia, a falta de uma linha de transporte interna leva Moçambique a comprar à África do Sul a energia que ele próprio produz.

Os trabalhos para a linha de transporte interna serão antecedidos da construção de duas novas barragens hidroeléctricas “do tamanho de Cahora Bassa”, para aumentar a quantidade de energia disponível.

As duas novas centrais hidroeléctricas, designadamente Cahora Bassa Norte, com 1245 megawatts e Mpanda Nkuwa com 2400 megawatts, localizam-se na província de Tete, com investimentos avaliados, respectivamente, em mil milhões e 1,8 mil milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH