Moçambique: EUA garantem manter e até aumentar cooperação

5 June 2009

Maputo, Moçambique, 5 Jun – Os Estados Unidos da América vão continuar a apoiar Moçambique em sectores como a saúde, educação e infra-estruturas, garantiu quinta-feira em Maputo o encarregado de negócios dos Estados Unidos da América em Moçambique, Todd Chapman.

Numa conferência sobre a ajuda norte-americana aos países em desenvolvimento promovida pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, Chapman que o governo dos Estados Unidos da América vai manter o mesmo nível de assistência aos países em desenvolvimento, “mesmo em tempos difíceis no nosso próprio país”.

No caso de Moçambique, prosseguiu Chapman, a ajuda vai mesmo subir de 350 milhões de dólares este ano para 373 milhões de dólares em 2010.

Depois de há duas semanas ter ameaçado cortar a ajuda a Moçambique na área da Saúde, por o governo de Maputo demorar a dar autorização de trabalho (um ano, disse) a especialistas norte-americanos para esse sector, Todd Chapman disse quinta-feira que os Estados Unidos da América “vão manter os compromissos”.

Todd Chapman defendeu que numa situação de crise como a actual “o pior que se pode fazer é aplicar medidas de protecção”, devendo-se contrariar a primeira reacção que os governos têm que é a de “fechar os mercados”.

Por isso, sugeriu ao governo de Moçambique uma maior abertura ao investimento privado, estrangeiro e nacional, criando um ambiente propício aos negócios.

A embaixada, acrescentou, vai organizar com o governo moçambicano uma conferência sobre comércio e investimento, devendo promover a visita ao país, em Julho, de meia centena de empresários norte-americanos, à semelhança do que já aconteceu no ano passado. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH