Albufeira de Chicamba, em Moçambique, está a ser poluída por garimpeiros

8 June 2009

Maputo, Moçambique, 8 Jun – A albufeira de Chicamba, o maior lago artificial da província de Manica, está a registar os primeiros sinais de poluição em consequência da intensa actividade de mineração ilegal de ouro a ser efectuada a montante, afirmou o director provincial de Agricultura.

Dinis Lissave disse em Chimoio ao jornal Notícias, de Maputo, ter informações de que “a água de Chicamba começou a registar alguns níveis de turvação” devido ao garimpo que está a ser desenvolvido a montante da albufeira, que culminou com a total poluição dos rios Revuè, Messica e seus afluentes, que desaguam naquela albufeira.

A albufeira de Chicamba, adjacente à barragem como mesmo nome, é o principal centro pesqueiro da província onde abundam as tilapias, espécie de peixe localmente conhecida por “chicamba”, que constitui o principal prato local, bastante apreciado pelos visitantes da província.

A maior parte dos pescadores artesanais registados na província de Manica, cuja produção tem vindo a contribuir para a elevação no subsector da indústria e pescas, captura o seu pescado em Chicamba, pelo que a sua poluição representará um grande revês para a economia provincial e, sobretudo, para a sobrevivência dos pescadores locais.

Dinis Lissave disse ter informações apontando que alguns centros turísticos e restaurantes localizados nas margens da albufeira começam a suspeitar da contaminação dos peixes chicamba, para o que estão a evitar servir os peixes daquele lago aos seus clientes. No tratamento de ouro usa-se mercúrio, produto nocivo à saúde animal e humana.

Para além disso, Chicamba constitui a fonte onde será captada a água que vai abastecer as cidades de Chimoio, Manica, Gondola e as vilas Bandula e outras localizadas ao longo do trajecto da conduta adutora do Fundo de Investimento e Património de Abastecimento de Água (Fipag), que está a executar um projecto avaliado em mais de 50 milhões de dólares e que deverá pôr fim, até 2015, à falta de água naqueles aglomerados urbanos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH