Programa de abastecimento de água e saneamento em Sofala, Moçambique vai custar 4,2 milhões de dólares

15 June 2009

Maputo, Moçambique, 15 Jun – A terceira fase do programa de abastecimento de água e saneamento lançada na semana passada na província de Sofala vai exigir um investimento avaliado em 4,2 milhões de dólares, disse o director provincial das Obras Públicas e Habitação, Marcelo Amaro.

De acordo com o jornal Notícias, de Maputo, o programa tornado público numa cerimónia ocorrida no distrito do Búzi, em Sofala, em que participaram os presidentes dos municípios de Dondo e Marromeu e representantes das administrações distritais do Dondo, Cheringoma, Muanza, Machanga e Chibabava, inclui a construção de 35 fontes, nove sistemas de abastecimento de água e cerca de 18 mil novas latrinas.

Marcelo Amaro disse ainda que paralelamente às obras acima referidas vai-se apostar na edificação de caleiras e sistemas de água nas zonas mais remotas dos distritos de Machanga e Chibabava e na construção de latrinas ecológicas nos distritos de Dondo e Marromeu.

Disse ainda que os distritos de Nhamatanda e Gorongosa são os que menos cobertura de água apresentam, estando neste momento o executivo a trabalhar no sentido de corrigir a situação.

Entretanto, os dirigentes dos municípios e distritos abrangidos pelo programa de água e saneamento manifestaram a sua satisfação perante esta iniciativa. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH