FMI aprova plano de assistência financeira à Guiné-Bissau

22 June 2009

Washington, Estados Unidos da América, 22 Jun – O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou sexta-feira em Washington a aprovação de um plano de 2737 milhões de dólares de apoio ao programa económico para 2009 do governo da Guiné-Bissau.

O plano foi aprovado sob o programa de Assistência de Emergência Pós-Conflito (EPCA, sigla inglesa), que promove o reforço da capacidade institucional e administrativa, “necessária para sustentar a recuperação económica”, acrescentou o FMI em comunicado.

“O apoio do FMI através da EPCA é uma peça-chave dos esforços concertados internacionais para garantir assistência financeira à Guiné-Bissau”, refere a organização..

O vice-director-gerente do FMI, Murillo Portugal, considerou que a Guiné-Bissau enfrenta uma “extremamente difícil situação económica e fiscal”.

“Algum progresso foi feito durante o programa da EPCA em 2008 na reforma fiscal e na gestão mas os desenvolvimentos económicos globais, especialmente a menor procura e os preços das exportações, deverão arrefecer significativamente o crescimento e pressionarem a balança de pagamentos, num quadro fiscal já apertado”, referiu o brasileiro Murillo Portugal. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH